quarta-feira, 29 de outubro de 2008

EU ESCOLHI VIVER POR AMOR



Eu escolhi deixar
o vento arrepiar a pele.
Eu escolhi me sujar.

Eu escolhi ser
mais criança.

Eu escolhi tomar
banho na chuva.
Ter nos lábios o
sabor das uvas.

Eu escolhi ser mais
colorida e
menos dolorida.

Eu escolhi dançar
sem saber dançar.
Fazer das emoções o
meu lar.

Eu escolhi fazer
da rotina um
poema de versos soltos.

Eu escolhi aceitar que o tempo
não é algo que se possa controlar.
E também do meu corpo gostar.

Eu escolhi ser irmã
das estrelas.

Eu escolhi
cantar mais alto e
não ter medo de assalto

Eu escolhi me respeitar e
ser eu mesma

Eu escolhi te
presentear com as
minhas melhores
gargalhadas e te livrar
de algumas ciladas.

Eu escolhi aceitar
que a vida é um milagre
Eu escolhi não
me preocupar com
dinheiro e ainda assim ser
feliz o ano inteiro.

Eu escolhi viver
por amor.

6 comentários:

Leo Pinheiro disse...

Existe um poema com esse nome 'Eu escolhi o amor'. Não sei de quem é... Desculpe. Mas vc acha fácil no google!

Eu tb escolhi!

Michel Domenech disse...

Muito bonito o poema
e bastante verdadeiro, as preocupações tolar (fúteis) só nos desgastam, bom é viver, à medida do possível, como uma criança, tornando coisas úteis nosso lazer. Um beijo

Fernanda Fernandes Fontes disse...

Escolhestes a sabedoria!
Quero aprender com tuas palavras a ser mais feliz também. É fácil, nós que complicamos a vida.

Abraços e obrigada pela visita. Volte outras vezes!

Bia Carmo disse...

Adoreeei mesmo, muito bom o poema. É inspirador =]

Raphael C. Hosken disse...

Escolheu escrever coisas muito boas e bonitas,parabéns!

Abraão Vitoriano de Sousa disse...

passando pra dizer que me encanto cada vez mais...