segunda-feira, 29 de junho de 2009

CARTA AOS CARETAS

Caros caretas,


Acabou. Ponto. Sem mais reticências, vocês venceram. Peguem seus diplomas universitários, vistam seus uniformes de palhaço, entrem em seus carros populares e saiam já da minha vida. Prometo mesmo, daqui pra frente, não mais importuná-los, desde que, em contrapartida, vocês aceitem a minha proposta de distanciamento.

Está tudo definitivamente acabado. Já tentamos várias vezes, mas não há diálogo possível entre nós. O que vocês querem é entrar pra High society e eu só quero espalhar poesias e poemas ao vento. Vocês sonham com amor saudável, com reciprocidade, do tipo sexo oposto, classe média, com ciúme na medida certa e pizza aos finais de semana. Já eu só quero um amor que não se classifica em nenhuma instância, amor desclassificado. Eu não controlo meu tesão. E vocês? Vocês simplesmente não transam na primeira noite. Eu não quero fingir absolutamente nada, já vocês querem aprender a fingir não amar quem amam. Vocês querem é o conforto da sala de estar e eu o caos do pensamento.

Chega de vocês e essa dieta de vida programada. Chega de vocês e esse medo do fracasso. Eu quero fracassar. Quero mais eu e as minhas intuições. Adeus e até nunca mais. Sigam seus caminhos. Eu sigo só, protegendo-me de ser o que não sou.



7 comentários:

RivaEscrita disse...

Porra ! Essa foi foda. Quebrou até alguns óculos. Mas, em mim, foi ósculo. Foi AAA (ácido, azedo e amargo). Abraços, querida desbocada.

laysa disse...

Realmente perfeito ! Este negócio de controlar sentimentos e atos não é cmg, odeio aparentar, se eu estiver feliz ótimo, senão também não fingirei só para mostrar aos outros. Não finjo nada, absolutamente nada ainda mais quando se trata de tesão:

"Você pode me ver do jeito que quiser, eu não vou fazer esforços pra te contrariar, de tantas mil maneiras que eu posso ser, estou certa que uma delas vai te agradar, porque sou feita pro amor da cabeça aos pés e não faço outra coisa do que me doar, se causei alguma dor não foi por querer, nunca tive a intensão de te machucar..." Ana Carolina. Rosas.

Edilaine disse...

Foi muito bom esse texto, tipo tapa na cara... rsrs
Mas acho q já tô cansada de quebrar a cara... rsrs

Renan disse...

Hummm gostei de tudo por aki intensidade em alta parabéns!

Z£R0 disse...

Direto e objetitivo! adorei.

Raiana Reis disse...

Sintia! Há textos que as vezes nos deixam com segundos de silêncio, cedendo graça ao que já foi dito... isso você consegue com seu texto, forte e transparente! Parabéns, tentei seguir pra voltar sempre, o Blogger tá dando erro, mas logo voltarei!
Abraços!
www.tocou.blogspot.com

Paçoca disse...

=S Muuuito bomm!

insaaaaaaaano!